domingo, setembro 09, 2007

o feriado da independência

No dia da independência do país pegou a chave do apartamento, o primeiro em seu nome, aquele que tanto quis, desde a primeira vez que avistou o prédio.

"Independência ou morte!" gritou Dom Pedro.
Aqui o grito é "Independência e sorte!"

Sorte para pagar as contas em dia,
para preencher cada cômodo com a alegria,
para não ter problema com a louça, com a roupa, com a pia.

Resolveu andar de skate pela primeira vez. De verdade. Sozinha no parque. Equilibra, desequilibra, equilibra de novo e desliza, desliza feliz. Escorrega, a prancha para um lado, a corridinha para o outro, evitando o encontro entre cara e chão.Tem que ser que nem aquele edifício, Balança mas não cai. No final da travessia, quando viu o fim do caminho não veio pedra, veio Murphy e o capote, bonito, mão, cotovelo, costas, cambalhota no chão.

Dez segundos até começar a levantar, dor no corpo, dor no ego, riso na alma. Independência e sorte também para não tomar outro chão. Agora dá mais para desistir não.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home