segunda-feira, agosto 27, 2007

ossos do ofício

Anda meio abandonada essa bodega virtual.
Minha 3a - já teve vida na blogosfera "Não é bolinho", "Dona Nilda" e essa tal de "Renaite" que hoje impera. Pedi até para um amigo ajudar na "arte". Blog tem tempo de vida, mas como mosca na sopa se você mata um já vem outra vontade de ter e escrever em seu lugar. E você esquece que dá trabalho manter.

Outro dia li (em algum blog - rá!) que tem que ter disciplina - como aqueles que vão exercitar o físico todo dia de manhã, você vai e flexiona alguns neurônios, polichinela algumas sinapses e voilá - um bom post escrito está.

Comigo não funciona assim; primeiro porque disciplina aqui falta (no período em que tive três blogs não lembro ter levado à sério nenhum tipo de exercício); segundo porque um bom post não é assim, aliás, para começar, o que é o tal do bom post? é algo que você está com vontade de escrever? É algo que "vem de dentro" e não tem nada a ver com a quantidade de álcool que você ingeriu nas últimas horas? É um grito sufocado liberto num espaço sem reflexo físico? É um surto?







(silêncio da ausência de resposta)

Bem, todo esse drama para dizer que estão mais raros os posts porque estou trabalhando com dois blogs na vida profissional - o que significa a tal disciplina na hora da postagem e torna obrigatório o que antes era deliciosamente livre.
Os broguis de trabalho são bons e divertidos, mas nenhum deles permite o que faço agora: teclar sem eira nem beira, só pela vontade de escrever o que me der vontade. Por essa e tantas outras impublicáveis que mantenho esse blog, cada vez mais clareando enquando escurece.

1 Comments:

Anonymous Vitor Angelo said...

vc escreveu o manual do blogueiro com todos os problemas e felicidades de manter um blog
e convenhamos, blog de trabalho não é blog, é blerghhhh

11:35 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home