sábado, maio 26, 2007

Domingo não dá para perder



















Amor de Rapariga
Por Joana Gatis

“Todo o universo vermelho, as mulheres pin’ups, os cabarés e suas raparigas.
Os amores possíveis e impossíveis, a boemia, a noite e todas as sensações.
Os tecidos de algodão com estampas que trazem o romantismo dos bordeis das cidades de interior
A fé sempre presente nos orixás e nos santos de umbanda com seu cheiro de arruda e alfazema, na cachaça jogada pros santos.
Na sua dança e nas musicas que sempre nos levam pra nossos amores doídos ou não.
As saias rodadas, os decotes, em tudo que exala feminilidade.

Foi nesse universo que mergulhei de cabeça para fazer a exposição Amor de Rapariga
Nas telas os santos e raparigas pin’ups trazendo as figuras que povoam esse mundo
Nas roupas toda feminilidade mostrada com modelagens simples, mas com um toque de alfaiataria.
As estampas são um estudo de sobreposições. As dos tecidos e as que foram criadas por mim. O resultado é rico e único.
Os acessórios são populares com um tratamento de arte; pulseiras de madeiras pintadas à mão e bolsas de feira que ganham estampas exclusivas tornando se peças únicas“

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home