segunda-feira, março 05, 2007

da rede

pela internet me comunico com o mundo, ouço músicas, faço pesquisas, descubro pessoas, mantenho contato com outras, e, claro, mais importante que tudo, tenho acesso aos melhores absurdos desse tal mundo contemporâneo, como a costelaria que há dias oferecia como atração principal uma mulher que dança com uma cobra.
Pense só na cena, o espeto passando, a mulher dançando, a cobra deslizando, o desatento garçom olhando para as curvas da bailarina para lá e para cá com um facão na mão...me parece muito perigoso tudo isso.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home